sexta-feira, 14 de agosto de 2009

O filho que eu não tive


O filho que eu não tive  
Nasceu em meu sonho
Foi demais para mim
Fui feliz ao sonhar
Sendo criança sabia 
Conhecia a relação em bem e o mal
Suas palavras eram ternas poesias
O filho que eu não tive
Amando como pai
Era por demais amigo
De sua boca nunca ouvi a mentira
Nem as milícias só a delícias
Para com o filho que eu não tive
Fui relapso por demais
Diante de seus olhos
Eu pratiquei a mentira
Pratiquei o culto ao dinheiro
Pratiquei a hipocrisia
Com o filho que eu não tive
Caminhei cidades, campos e florestas
Com ele  aprendi como obter harmonia
Entre homens, natureza e animais
Eu como pai aprendi a ser filho
Deixou-me uma lição
O caminho, A verdade e A vida



Um comentário:

  1. José, suas palavras mostram o grande homem que é... cristão, amoroso, pai, amigo, humilde...
    A melhor coisa que podemos ter na vida é o Caminho a seguir e ser o caminho para alguém como Atos dos Apóstolos narrou (os do Caminho).
    É tão bom ser filho e reconhecer que como pai - que é - a humildade de aprender com Aquele que deu Seu filho por nós.
    Você realmente sonhou em ter um filho homem? Quem sabe o bebê da sua filha seja um menino, ou ainda, futuramente, virá! Deus sabe de todas as coisas...
    Ju

    ResponderExcluir