sábado, 6 de março de 2010

Um belo bom...


Juntos em um caminhar
Lá se vai meu coração
Neste belo bom...
Sou transportado a um jardim
Lá não são flores que falam
É Gláu o perfume de palavras
Que vai aos ares
Falar dos pensares dos homens...
e dos sonhos do nosso Deus
E diz também
O que nunca me fora dito
Lapidou palavras jóias
Foi demais para mim
Jovem e amiga
Não há conflito
De geração
Nos olhamos com a alma
No trabalhar com os versos
Palavras tão simples
O que nunca me fora dito
Chorei em um silêncio...
Na leveza de um paz
Onde Deus inspira
Os que sabem amar
Filha, irmã...
Eternamente...
Simples...
De um Belo bom!



..... ( É muito mais que isto minha irmã em Cristo Gláu)

2 comentários:

  1. Fiquei emocionada ao ler o texto, você , ele me transmitiu uma sensibilidade profunda...
    Um abraço carinhosao da amiga
    Maura

    ResponderExcluir
  2. Meu irmão...,
    somente Deus, no seu infinito amor, há de recompensá-lo por tamanha "leveza" e beleza em suas palavras...
    Eu não tenho mesmo o que dizer a não ser obrigada..., muito, muito obrigada!

    Paz, sossego, silêncio!! -)

    ResponderExcluir