quinta-feira, 11 de março de 2010

O ombro

De onde me vem um ombro...?
Hoje há desencontros...
Lágrimas... eu não
Quero falar
Mas o silêncio me dói
Não vejo a rua
Ando em labirintos
De mim mesmo
De onde me vem um ombro?
Há angustia...incerteza
O sol só me queima
Um humor de queixar...
Nas noites
Falam de lua e estrelas
Eu mergulhado no presente
De um passado que se foi
As flores sem um sentido
Não vem embelezar
De onde me vem um ombro?
Os olhos que tu procuras
O abraço que ti falta
O carinho em tua alma
Está próximo ao lado
Você não o deixa afagar
Chore e escute...
No ombro do amado
De um pai
Amigo
O ombro do "Consolo maior"
Feliz o que chora...
O Consolo está a porta
Deixe-o entra
A terapia não custa nada
Que ombro bom!!!

Um comentário:

  1. Da vida não quero muito...
    Quero apenas saber que tentei
    tudo que quis,
    tive tudo o que esteve ao meu alcance,
    amei tudo que valia a pena
    e perdi apenas,...
    o que no fundo nunca foi meu...
    beijos no ♥

    Amei o texto...
    Eu adoro teus comentários .....
    Obrigada......

    ResponderExcluir