segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Meu sonho


Onde estiver a dúvida
Que venha a certeza
Onde há mentira
Que haja A verdade
Casas não ficarão em pé
Castelo de sonhos
Irá ao chão
Onde firmar
As colunas
Seus cálculos matemáticos
Podem falhar
Na primeira chuva
No primeiro vento
Chão e ruínas
O tudo e o nada
São as mesmas coisas
Quando não firmados
Sem fundamento
Castelos, casas
Vão ao vento
O saber cientifico
Não é tudo
Um eu mal formado
Um egoísmo
Reação em cadeia
Castelos de sonhos
Ilusões
Formados para solidão
Construir um sonho
Edificar uma vida
Só há uma saída
Negar a si mesmo
Construir uma vida
O arquiteto do universo
Nos diz
Ouça meu filho
Faça com ele sua planta
Construa sua casa
Não sendo assim
Sonhos ... ruínas
Em ruas de mentiras

2 comentários:

  1. O mundo prega como importantes coisas que verdadeiramente não são!!
    Por isso as certezas que podemos carregar na vida meu amigo, é cultivar verdades que podem nos salvar e viver para sempre...

    ResponderExcluir
  2. "Que as realizações alcançadas este ano, sejam apenas sementes plantadas, que serão colhidas com maior sucesso no ano vindouro.
    Que em 2011 possamos nos encontrar aqui várias vezes e que sejamos abençoados ,com saúde, paz e alegrias .
    Parabéns pelo blog!!!
    Feliz 2011
    Abraços
    Mari
    Abraços

    ResponderExcluir