sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Palavras


Pintei mamãe quando criança
Na tela de minha alma
Não vendo e não troco
Foi ela quem me deu palavras
Nas linhas dos meus cadernos
O trenzinho de palavras
Descarrilava muitas vezes
Ao formar outras palavras
Meu mestre deu-me a chave
Fiz-me porta também
E os mistérios que agora conto
São palavras,quer ver bem?
Sei dos homens,seus pensares...
Seus erros e seus acertos
Sou um homem,não tão feito...
Nas mãos de um perfeito
Ele é o dono da poesia
Eu fico apaixonado
Cheira terra,céu e mar
Palavras que tu me ensinas
Perdão mestre esta minha pobre rima
As mães ensinam cantigas...
Tu nos inspira a contar
Só não sabemos o exato
O processo do ensinar...
Uma voz falou-me profundo
A PALAVRA veio ao mundo
E veio só para nos ensinar...

Um comentário: