quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Sem saída


Estamos a girar....
Hamster em sua roda
Girando, girando...
Exercitando o corpo
Homens decaídos
Em cada esquina
Exercícios, academias
Frágeis criaturas
Em suas esteiras
Girando, suando
Corpos sarados
Homens doentes
Sem saída....
Os neurônios
Em um massa
Cinzenta nebulosa
O mundo não melhora
Hamster e homem
Algo em comum
Forçado em sua roda
Gira... Gira o ratinho
O homem e suas experiências
Nas esteiras patinam
Simile hamster sem saída
Autor e vítima: da doença do mundo...

4 comentários:

  1. Fantástico!!!

    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    xoxo

    ResponderExcluir
  2. Deixo aqui uma lembrança de um amigo ...
    Que a paz do Senhor Jesus seja sobre sua família hoje e por toda a eternidade.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Tenho a impressão que esses versos surgiram da observação de uma academia. Adorei! Rsrs

    ResponderExcluir
  4. A triste realidade..
    Aos moldes de hamster. Presos ao sistesma..
    Muito bom

    ResponderExcluir

Desinteressante

Não as vejo no jardim, flores Com dores traçamos destinos Balas traçantes, mortes, triste instante Só noticias frias, sem poesia Cambale...