sexta-feira, 9 de maio de 2014

Busco

Não consigo dormir
Não é minha cama
Tenho procurado, busco...
Nas manhãs em meu lidar
Busco nas ruas, busco nas praças
não a vejo nas lojas
não a vejo nas ruas
Não se ensina nas escolas
O dinheiro não compra
Na fama não se encontra 
O que é caro
é raro
Valor de tesouro
O que transforma o viver
O prazer de um ser
A certeza do certo
A certeza do bem
O gosto do bom
O quê muda o olhar
O que determina um dormir
não vem pela maciez
de um colchão
O sonho que muda toda a realidade
Busco, tenho buscado
Não vejo no mar
Não vejo no ar 
No vejo na terra
O que busco o mundo não dá
Quem sabe onde encontrar?
-Eu dou a minha paz
Invisível aos olhos
Voz que faz dormir
sobre uma folha de jornal
Se dorme o melhor dos sonos
Quando se encontra 
A verdadeira Paz.

2 comentários:

  1. PAZ!

    O mundo precisa de paz. O homem precisa buscar sua paz interior.

    Belas palavras, Aguiar.

    Abraço!

    http://ymaia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Só em Jesus encontramos a verdadeira Paz!

    Seus poemas são lindos, meu amigo. Continue a escrever e continue a compartilhar com a gente! É muito bom ler sua poesia! Um grande abraço, meu irmão!

    ResponderExcluir

Desinteressante

Não as vejo no jardim, flores Com dores traçamos destinos Balas traçantes, mortes, triste instante Só noticias frias, sem poesia Cambale...