sexta-feira, 17 de maio de 2013

Foi ontem

Um quintal faz muita falta
Galos, grilos, patos 
Martelar de sapos
Manhãs de ontem fazem 
Manhãs de paz
Cheiro de chuva
Chaminé, cheiro café
O bom acordar
Cantos, pássaros
Chão de terra, relva
Sereno, beija-flor
Um quintal faz muita falta
Orvalho cristal
Roupas no varal
Balanço na mangueira
A espera do carteiro
Um quintal faz falta
Coentro,salsinha
Couve, cebolinha
O cão e seu latido
Foi ontem...
Hoje meu acordar
Sirene de bombeiro
Chão de malícia
Milicia,polícia
Nada de flores
Nada de abelhas
Vida nada mel
Alegria artificial
Homens cegos, mudos
Homens surdos
Suas telas games de guerra
Imagens em 3d
Gafanhotos devoram 
A fauna, a flora
Sapo martelo volte com seu martelar
Traga meu quintal
Quintal que fora ontem

4 comentários:

  1. Esta imagem de uma casa simples com um quintal cheio de galinhas ciscando no terreiro, me fez voltar lá no meu recanto que um dia deixei. Sempre volto lá para matar saudade. Parabéns Aguiar, a imagem somente já valia a pena, ficou melhor ainda com sua poesia. Obrigado pelo prestigio que sempre me deu.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Aguiar.
    É bem isso mesmo.
    Como faz falta um quintal, as coisas simples da vida. Muita coisa se perdeu nesse mundo tão artificial.
    Parabéns pelo poema.
    SUCESSO!!!

    ResponderExcluir
  3. Sr. J.Aguiar...quanto tempo.
    Te achei vasculhando os meus post no Blog. Recoloquei um antigo, que o senhor havia comentado e resolvi te visitar.

    Lindo post... Foi Ontem...QUINTAL.
    Me deu tanta saudade da casinha do interior...como tudo era bom.

    Um abraço, fica com DEUS.

    ResponderExcluir
  4. Minha irmã obrigado por sua atenção, pelo seu apreço... fiquei muito feliz com sua postagem... fique a vontade "A Deus toda honra de toda
    glória" forte abraço! A Paz de Cristo!

    ResponderExcluir