quarta-feira, 27 de abril de 2011

No meio do caminho


No caminho há um pedra
Drummond nem sonhava
Em Minas, São Paulo até Brasília
Há um Pedra no caminho
Pode ser escondida na palma mão
Homens, mulheres e meninos
Quem dá dois por uma pedra?
Quem tem uma nota de cinco?
Em um cachimbo a fumaça
Euforia de morte, alucinações
A pedra gravada na mente
Neurônios sangrando morte
Zumbis inquietos
Agora ao chão
Ratos, baratas
Juntos resto de gente
Nada que não seja a pedra
Parece tocá-los
São poucos minutos
Viagens ensaios de morte
A bolsa do crack a noite inteira
Comprando e trocando tudo
Salsichas vencidas achadas no lixo
Tudo por um a pedra
Crianças, vidas marcadas
Mulheres grávidas
Vivendo com os ratos
Nas marquises das ruas
Socorro! socorro!
Gente bem vestida
Tênis da moda
Moradores de rua
Não existe mais rico
Não existe mais pobre
Todos rente ao chão
Socorro!... nos socorram!
Os homens inventam
Pedra da morte
Deus nos deu a Pedra da Vida
Os construtores rejeitaram
Ele se tornou a Pedra principal
Não há salvação em nenhum outro
Só Jesus... Só Jesus!

3 comentários:

  1. Estimado amigo, texto forte e tocante...

    'Não há salvação em nenhum outro
    Só Jesus... Só Jesus! ' e essa parte realmente representa o que há de mais concreto e certo em nossas vidas...

    Abraços!!

    J.C

    ResponderExcluir
  2. Ô meu querido amigo, teu blog é um tesouro, pois ele fala de poesia e do bem ao próximo, o que poderia ser mais rico que isso?

    Quando Jesus esteve aqui no meio dos humanos, ele pediu que amassemos uns aos outros, mas o anjo perverso mexendo muito seus pauzinhos está fazendo muita gente esquecer esse conselhor, mas o conselhor é vida, e em algum momento todos voltarão a querer buscá-lo...

    Oro para que todos de tua família estejm sempre bem.

    ResponderExcluir
  3. Olá meu amado irmão Aguiar, graça e paz!
    Parabéns por estes tão ricos poemas de temática social. Que a Poesia fale aos corações, expondo as mazelas que estão diante de nossos olhos e muitas vezes não queremos ver!

    Publicarei dois poemas seus no dia 08 de Julho no blog Cidadania Evangélica (esta demora é em virtude de existirem diversos posts já programados).

    Deus lhe abençoe e inspire cada vez mais, meu amigo.

    Um abraço do Sammis

    ResponderExcluir