sábado, 8 de maio de 2010

Me ajude


A superficialidade
Não vê as carências
Até vê ... se envolver
Não...
Há um vácuo
Ausência de cobertura
Afetividade nos falta
Que vida dura...
Não é mimo
Ou imaturidade
Vazios emocionais
Não podemos negar
Há criaturas que não
São notadas
Não captamos
As carências
Por que?
Será carência de doação?
Há uma trama de encaixes
O que muitos desconhecem
Por carência... Somos todos
Carentes...
Há uma carência de pensar
Carência de se doar
Me ajude a encontrar a diferença
Gosto, porque preciso de ti
Preciso de ti porque gosto
Há um apelo interno
Em cada um de nós
Carências... parciais ou plenas
Assumir que somos o quê nos falta...
Fazer por nós... pelos outros
É dando que se recebe...
Já sei a resposta!
Preciso de ti porque gosto
Quem nos amou primeiro?
Pode e sabe nos ensinar
Em nossas carências.

Nenhum comentário:

Postar um comentário